FBAC REALIZA CAPACITAÇÃO PARA FUNCIONÁRIOS NAS APACS DE POUSO ALEGRE

As APACs masculina e feminina de Pouso Alegre/MG receberam a capacitação para seus funcionários dos dias 07 a 10 de maio. O curso foi realizado pelo Diretor Executivo da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, e pelo gerente de metodologia da FBAC, Roberto Donizete (Beto).  Também contribuiu para a formação o Sr. Edson de Oliveira, da Melt Comunicações, parceiro da FBAC e APACs.

O curso foi focado na história das APACs, surgimento e expansão, na metodologia, explicação dos elementos fundamentais, nos procedimentos de acompanhamento de uma APAC, nas rotinas das APACs, comunicação, ética e transparência, sendo que o principal objetivo tem foi foi motivar os funcionários e contribuir para que realizem seus trabalhos com entusiasmo, alegria e profissionalismo. 

Muito apreciado pelos participantes, este curso é parte da estratégia da FBAC para profissionalizar a gestão das APACs. A FBAC pretende atingir 29 APACs até o final do ano, sendo que o curso é ministrado por 4 equipes.  A

Participou da capacitação o funcionário da FBAC, Marcelo Moutinho. Atualmente Marcelo reside no Maranhão e é liberado para acompanhar as APACs daquele Estado, através de um convênio com o Governo do Maranhão. Marcelo integra uma das equipes da FBAC para aplicação deste curso nas APACs. A partir de junho Marcelo irá promover esta capacitação para os funcionários e voluntários de todas as APACs do Maranhão.

A FBAC agradece às APACs de Pouso Alegre por sua participação. Estamos juntos! 

 

APAC Varginha recebe visita do Procurador da República

A APAC Varginha recebeu nesta terça-feira (15/05/2018), com muita alegria, a visita do Dr. Marcelo José Ferreira, Procurador da República em Varginha, e sua esposa, Danielli de Andrade Sales Ferreira.

Ficamos gratos pela visita do casal, que por sua vez se alegraram com a sede que está em construção e que deve ser mais um projeto de excelência a nível de Estado, pois cada APAC que nasce é um salto grandioso rumo a humanização nacional e definitiva do sistema prisional. Estamos Juntos!

FBAC realiza capacitação para funcionários nas APACs de Conselheiro Lafaiete

As APACs masculina e feminina de Conselheiro Lafaiete/MG receberam a capacitação para seus funcionários dos dias 07 a 10 de maio. O curso foi realizado pelos inspetores de metodologia da FBAC, Wellington Alves e Daniel Silva. Também contribuíram para o curso o Juiz de Direito da 2ª vara criminal e de Execuções, DrPaulo Roberto, Enéas melo, do Instituto Minas pela Paz e Edson de Oliveira, da Melt Comunicações.

O curso foi focado na história das APACs, surgimento e expansão, na metodologia, explicação dos elementos fundamentais, nos procedimentos de acompanhamento de uma APAC, nas rotinas das APACs, comunicação, ética e transparência, sendo que o principal objetivo tem foi foi motivar os funcionários e contribuir para que realizem seus trabalhos com entusiasmo e alegria. 

Em geral os funcionários apreciaram e avaliaram que puderam, pela primeira vez, participar de um curso com foco nos funcionários, a fim de estudar a metodologia, objetivos e história das APACs. Disseram que sentiram-se muito agraciados e motivados para continuar seus trabalhos na APAC com entusiasmo e alegria. 

A FBAC agradece às diretorias das duas APACs que aceitaram e implementaram a proposta. Estamos juntos!

Jornal alemão fala sobre APACs

A seguir a tradução da matéria publicada no jornal: TAG DES HERRN.

A confiança faz você crescer

Os criminosos melhoram quando punidos o máximo possível - esse preconceito persiste, embora estudos científicos provem o contrário. Como as prisões que Angelika Lang encontrou no Brasil, uma prisão que valoriza os prisioneiros.

 

Angelika Lang viaja para o Brasil há doze anos. Apenas algumas semanas atrás, ela foi mais uma vez capaz de se convencer do sucesso sustentável do sistema penal alternativo, que foi estabelecido por volta da virada do milênio no estado de Minas Gerais. Durante anos, os prisioneiros repetidamente se rebelaram contra as condições desumanas nas prisões do país. Revoltas em massa e surtos estavam quase na agenda. Manifestantes da APAC, organização cristã de assistência a prisioneiros começaram há muito tempo a ir às prisões e trabalhar para melhorar as condições de detenção. Como julgamento, um juiz da organização acabou deixando um centro de detenção sem guardas estaduais. Angelika Lang ficou profundamente impressionada quando, anos depois, visitou pela primeira vez essa prisão, agora chamada de Centro de Reintegração Social. Desde 1990, a assistente social e criminologista de pós-graduação trabalhou para vários órgãos cristãos na justiça criminal. Em vez da atmosfera de desconfiança que ela conhece das prisões, encontrou um clima de apreciação compartilhado com todos, fosse sua sentença de um ou 24 anos. Prisioneiros recebem a chave Que os infratores reconheçam sua culpa, assumam a responsabilidade por suas ações e experimentem consequências apropriadas, também foi muito importante neste projeto. No entanto, os infratores não foram humilhados. Eles foram preparados a partir do início de sua sentença para o retorno à sociedade, inclusive por meio de interações sociais com voluntários através de tarefas que lhes são confiadas no âmbito da comunidade prisional, através do envolvimento das famílias e inserção profissional progressiva. Tanto no fechado e em regime semiaberto e aberto havia um "Conselho de honestidade e solidariedade", e mesmo conflitos de uns com os outros, a certeza de que regras como "sem álcool, sem drogas, sem violência", que distribuiu tarefas e organizou suas vidas cotidianas. Para Angelika Lang, particularmente impressionante: prisioneiros que provaram sua confiabilidade por um longo tempo, até mesmo as chaves da prisão foram confiadas. Um prisioneiro contou a Angelika Lang com olhos brilhantes como sua vida no centro da APAC havia mudado: disciplina e amor eram os dois pilares que eram cruciais para isso. Ela era especialmente grata aos prisioneiros por seus retiros espirituais oferecidos de tempos em tempos. O pessoal da prisão e o líder estão servindo os presos durante estes dias, servindo comida deliciosa. Os dias culminam em um encontro com parentes, alguns dos quais são contratados como funcionários e voluntários. Além disso, há reuniões de grupo à noite semanalmente e devoções matinais, que são planejadas pelos próprios prisioneiros. "Só se lidarmos bem com os direitos dos infratores, a confiança deles no Estado de Direito pode crescer", é uma constatação que tem crescido nos últimos anos no sistema jurídico brasileiro cada vez mais. Um sistema como o APAC pode ser implementado na Alemanha? Angelika Lang quer aproveitar o máximo possível, adaptando à legislação local. Isso não é de forma uniforme. Nos estados orientais, por exemplo, é consideravelmente mais possível que na Baviera. As leis saxônicas permitiram, por exemplo, a execução de sentenças em formas livres, a execução de grupos residenciais ou até a saída de meio ano a longo prazo em execução semiaberta. 

Aqui, o conhecimento da ciência do crime refletiu que sentenças de prisão muito longas não têm efeito educacional positivo, mas levam à frustração e resignação e aumentam a probabilidade de reincidir novamente. A fé pode ajudar com o novo começo Fortalecendo os prisioneiros e transferindo a responsabilidade para eles, os sacerdotes do Dresdner estão tentando, sempre que possível. Ela conseguiu ganhar 19 voluntários nos poucos meses em que trabalhou em Dresden. Por exemplo, durante os feriados de Páscoa, ela e seus mais de 30 presos realizaram uma Semana de Reuniões sobre Ressocialização e Novo Começo com voluntários. Também foram incluídos alguns exreclusos que relataram seu próprio novo começo laborioso durante e após a detenção. Um tra

ficante de drogas altamente dependente contou como encontrou acesso a Deus e obteve força da reconciliação com o pessoal da prisão "A fé pode se tornar uma importante fonte de energia para as pessoas que falharam com suas vidas", diz Angelika Lang. Os participantes da reunião, portanto, tinham que escolher entre participar de um curso de fé cristã ou se inspirar no Programa de Alcoólicos Anônimos dos Doze passos. Também no programa de doze passos é uma das orientações "Um po

der superior pode me ajudar". Qualquer um pode definir o que ele quer. Para alguns, é Deus, para

 outros, é o grupo. Sozinho, um novo começo bemsucedido é muito difícil, reconhece Angelika Lang. Espera, portanto, por mais voluntários, comunidades dedicadas, a preocupação com os criminosos - por exemplo, em que eles fornecem uma unidade habitacional na qual eles podem viver por um tempo. Antecedentes: APAC significa consistência, confiança e valorização As iniciais APAC significam

 "Associação para a Proteção e Assistência aos Prisioneiros" na tradução para o português. Na década de 1970, a Organização de Socorro ao Prisioneiro foi criada por uma Iniciativa de Cidadania Cristã Brasileira. A APAC abriu pela primeira vez um centro de reinserção social em Minas Gerais, em 2001, como uma alternativa à prisão em uma prisão tradicional. Existem hoje cerca de 50 desses centros em diferentes estados. Um dos pontos focais de seu conceito é o envolvimento da sociedade e o forte 

envolvimento dos detidos. Assim, um centro APAC só será estabelecido se grupos sociais significativos na região tiverem dado seu consentimento. O conceito continua a incluir um trabalho voluntário intensivo, inclusive no desenho de ofertas espirituais e no acompanhamento pessoal. De muitas maneiras, mesmo depois de crimes graves, os infratores têm a oportunidade de treinar-se em apoio mútuo, engajar-se socialmente e assumir mais responsabilidade, passo a passo, até receberem as chaves da prisão. Os êxitos das instalações da APAC podem ser vistos, por exemplo, no alto nível de identificação dos prisioneiros com as metas e a abordagem do projeto, bem como nas taxas de recaída comparativamente baixas. No estado de Minas Gerais, o modelo APAC agora faz parte da educação jurídica e foi consagrado no Direito Penal como forma alternativa de correção. Mais estados estão se aproximando. Dr. Valdeci Ferreira, chefe da organização “guardachuva” da APAC no Brasil, foi recentemente nomeado "Empreendedor Social do Ano" para a América Latina.

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

ApresAPACSantana 102

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de uma exposição fotográfica apresentada pelo juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do Amapá, João Matos Júnior, em evento realizado no salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora de Fátima em Santana, na última sexta-feira, 04.

ApresAPACSantana 151

A finalidade da mostra, que ficará à disposição do público santanense durante toda esta semana, é mostrar a recuperação de apenados através do trabalho da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) e como o método atua no sentido de humanizar e ressocializar o preso na busca por condições dignas no cumprimento da pena na visão do criador do método, o advogado e jornalista Mário Ottoboni.

ApresAPACSantana 62

Para o juiz João Matos Junior, que também é titular da Vara de Execuções Penais da Comarca de Macapá (VEP), a exposição é uma maneira de estender o método para as demais comarcas e cidades do Amapá, e também pode ajudar a implantar a APAC no Amapá.

“Para trabalhar a superação da violência, da criminalidade, é preciso que a sociedade esteja de braços dados com o Estado, que sozinho não é capaz de fazer uma proteção efetiva da segurança pública”, garantiu o magistrado. “E as igrejas, escolas, enfim... Toda a sociedade organizada pode nos ajudar”, complementou.

No dispositivo de honra ao lado juiz João Matos Júnior estava o ex-apenado Johnny Melo, que se tornou advogado depois de seguir os conselhos de Irmã Cirene, uma evangélica que trabalha há 34 levando a palavra de Deus aos apenados no Amapá.

ApresAPACSantana 200

“Fui condenado a 12 anos de prisão por tráfico. Cheguei a cumprir seis anos de pena, mas, quando deixei o cárcere em 2007, já sabia o que queria”, relatou o advogado. “Não pensei duas vezes, estudei, me tornei advogado, recuperei tudo o que perdi – inclusive minha família. Sou um exemplo de que ninguém é irrecuperável”, garantiu.

ApresAPACSantana 3

Para o padre Inácio Lástrico, pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima e Sant’Ana, o evento mostrou que a diminuição da criminalidade ainda é possível e que uma das formas de fazer isso é a recuperação do ser humano por meio do método APAC. “Essa é uma obra real, concreta, eficiente e profissional que tem tudo para dar certo aqui no Amapá, como já deu em Minas Gerais”, considerou. “A Igreja valoriza tudo aqui que de bom existe como esta iniciativa que nasceu dentro da Igreja e valoriza o ser humano”, completou o padre.

Também estiveram presentes na exposição o prefeito de Santana, Ofirney Sadala, os deputados estaduais, Charles Marques e Roseli Matos, o representante da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), Jeferson Dias e os representantes do Instituto Penitenciário do Amapá (Iapen).

APAC

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à recuperação e à reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade, com medidas capazes de enfrentar as dificuldades e as mudanças que permeiam presídios no Brasil, além de prestar apoio às vítimas.

 

- Macapá, 09 de maio de 2018 -
Assessoria de Comunicação Social
Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial
Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá
You Tube: TJAP Notícias
Flickr:www.flickr.com/photos/tjap_oficial
Instagram: @tjap_oficial
Programa Justiça por Elas- Rádio 96.9 FM
Programa Conciliando as Diferenças- Rádio 96.9 FM
Programa Nas Ondas do Judiciário- 630 AM
Programa Justiça em Casa- Rádio 96.9 FM
Programa Justiça Contando Histórias- Rádio Difusora.

APAC de Alfenas recebe selo Assis Chateaubriand

Foi com muita alegria que recebemos hoje o direito para utilização do selo de Responsabilidade Social, Prêmio Assis Chateaubriand.
Através do Projeto Domínio da Arte, prêmio esse que vem a contemplar todo trabalho que desenvolvemos junto APAC de ALFENAS, na capacitação, ressocialização, geração de emprego e renda junto aos recuperandos da unidade. A Rede Tecnologia Agroambiental Esperança agradece a todos que acreditaram em nosso trabalho.

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal puderam aferir a pressão arterial e fazer o teste de glicemia para o controle do diabetes. A iniciativa faz parte da Campanha Nacional de Combate e Prevenção à Hipertensão comemorada nesta quinta-feira (26). Os 78 exames foram realizados pelas técnicas de enfermagem do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP/Hospital Frei Gabriel.

O gestor do IBRAPP, Nélio Rodrigues, explica que essa mobilização acontece em todos os escritórios onde o IBRAPP realiza gestão hospitalar com o objetivo de prevenir e alertar as pessoas sobre os riscos de doenças como o diabetes e pressão alta. Para ele, foi importante a parceria com a APAC por se tratar de uma instituição que cuida de pessoas de forma humanizada e que significa muito para a sociedade e para o mundo. Em contato com a diretora da APAC, Paula Queiroz Vieira, que agradeceu a iniciativa por parte do IBRAPP, Nélio propôs que novas parcerias e projetos sejam feitos em conjunto com a instituição.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Comunidade prestigia início do Curso de Voluntários da APAC

Teve início no dia 07 deste mês a quinta edição do Curso de Formação de Voluntários - Método APAC 2018. Já na abertura, uma grande quantidade de pessoas inscritas compareceu no auditório da instituição, onde por duas horas assistiram a uma apresentação feita pela diretora da APAC em Frutal, Paula Queiroz Vieira.

Paula falou um pouco da história em geral das APAC’s, da FBAC que ministra, congrega e fiscaliza as instituições no país, mostrou uma estatística da quantidade de Associações no Brasil, no estado mineiro, como estão divididas, apresentou os 28 países que copiaram o modelo do Brasil e demonstrou através de matérias jornalísticas que as APAC’s é um método que tem dado certo. “Fico feliz em ver a comunidade se interessando pelo trabalho aqui desenvolvido”, afirma a diretora.

No segundo sábado, os participantes tiveram a chance de conhecer o dia-a-dia e o espaço físico da instituição que foram apresentados por colaboradores da APAC. O curso de voluntários que vai até o dia 26 de maio, acontece sempre aos sábados, das 14h às 16h. No próximo dia 21, devido ao feriado de Tiradentes, não haverá curso que vai reiniciar no dia 28.  

(Assessoria de Imprensa APAC Frutal)

Pedra fundamental de APAC é instalada em Varginha

Solenidade na sexta, 20 de abril, marca o início da construção do Centro de Reintegração Social que abrigará a APAC

Uma nova página começa a ser escrita no universo da execução penal na Comarca de Varginha, Sul de MG. Na tarde de sexta feira, 20 de abril, foi lançada a pedra fundamental para a construção do Centro de Reintegração Social (CRS), espaço que irá abrigar uma unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) no município. A solenidade contou com a presença de autoridades dos três poderes e de representantes da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC) e da comunidade local.

As Apacs são associações que abraçaram a causa da humanização do cumprimento das penas privativas de liberdade. A metodologia de trabalho baseia-se em doze elementos, entre eles a participação da comunidade, o trabalho, a assistência jurídica, a assistência à saúde, a espiritualidade, a valorização humana e a integração com a família.

Durante a solenidade, o Presidente da APAC, Dr. Alexandre Prado, observou que o presídio de Varginha possui capacidade para 90 Reeducandos, mas no momento abriga 300. A superlotação é uma realidade comum a diversos presídios brasileiros, ao lado de “condições insalubres, onde impera o ócio, a violência e não com rara frequência ocorrem rebeliões”.

Essa situação atenta contra uma série de direitos da pessoa presa e, ao invés de proporcionar sua recuperação, muitas vezes aprofunda sua relação com o crime. “Precisamos oferecer uma resposta diferente do que está aí, com o apoio da comunidade, do poder público, das igrejas e da sociedade civil organizada. Precisamos buscar meios para que a pena seja cumprida com dignidade, de forma humanizada e assim atenda à sua função punitiva e pedagógica”, destacou o Presidente.

Humanização da pena

A instalação de uma unidade da Apac em Varginha, avalia o Presidente, representa um momento histórico para a região. Na Apac o Reeducando “poderá trabalhar e ocupar seu tempo com estudo e cursos profissionalizantes, terá responsabilidade com seu próprio sustento e com o funcionamento da própria unidade, terá a oportunidade de refletir sobre seu erro, repensar seus conceitos e receber orientações espirituais e religiosas para a mudança”, explicou o Presidente.

O Presidente destacou ainda o fato de que na Apac o detento terá a chance de aprender uma nova profissão e aprimorar seus dons e será acolhido pela comunidade, em um local onde não há polícia ou agentes penitenciários nem armas de fogo. “Nesse lugar, essas pessoas serão confrontadas com o amor, e ‘do amor ninguém foge’”, disse o Presidente, que em seu discurso agradeceu ainda a todos aquele que tornaram possível aquele dia. A Apac de Varginha terá capacidade para abrigar 40 recuperandos, podendo essa capacidade ser dobrada.

Prestigiando também a solenidade, o Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da comarca, Dr. Tarciso Moreira de Souza, destacou que, diante dos desafios impostos pela vida, “o melhor que podemos fazer é contribuir, cada um fazer a sua parte, para que nosso semelhante possa se reerguer e voltar a ter uma vida digna e feliz”, observou.

Entre outros pontos, o magistrado ressaltou ainda que, além de congratular diversas autoridades diretamente envolvidas com o surgimento da Apac em Varginha, era preciso parabenizar a comunidade: “Sabemos que a construção de uma Apac não é fruto de uma decisão feita em gabinete, mas, sim, da conscientização e participação da comunidade”, afirmou.

Força institucional

“O evento teve uma força institucional muito grande, Chamou-me a atenção a força com que a Apac de Varginha já nasce: havia cerca de 50 pessoas na solenidade, entre políticos, gente da comunidade, empresários, profissionais liberais, escolas. Havia também representantes da igreja católica e da evangélica, portanto, a Apac ali já começa ecumênica. Ficou claro que o Presidente da APAC, que está muito motivado, conseguiu envolver toda a população na iniciativa; as pessoas demonstraram que querem uma Apac na comarca.

Apacs em Minas

A metodologia apaquiana está hoje presente em 23 países. No Brasil, são 48 unidades da Apac: 1 no Rio Grande do Norte, 6 no Maranhão, 2 no Paraná e 39 em Minas Gerais, todas sob administração e fiscalização da FBAC. A metodologia vem sendo disseminada para as comarcas mineiras pelo TJMG, por meio do programa Novos Rumos , desde 2001.

Nelson Missias é eleito presidente do TJMG

O desembargador Nelson Missias de Morais será o novo presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) no biênio 2018/2020. O magistrado foi eleito pelo Tribunal Pleno, em sessão conduzida pelo presidente, desembargador Geraldo Augusto de Almeida, nesta segunda-feira, 23 de abril, com 69 votos. Cento e vinte e quatro desembargadores participaram da votação. 

O presidente eleito afirmou que pretende atuar de forma colegiada, ouvindo servidores e juízes e procurando melhorar a estrutura no 1º e no 2º graus. O magistrado disse que o objetivo é garantir uma justiça mais célere e cidadã para a sociedade. “Quero começar ouvindo, para poder, em conjunto com os atores dessa grande estrutura, tomar as decisões certas”, afirmou. 

A votação para os cargos da mesa diretiva foi feita por meio de urnas eletrônicas cedidas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). Além dos 69 votos que elegeram o novo presidente, a votação teve dois votos brancos e um nulo. O desembargador Carlos Levenhagen, que também disputou o cargo, recebeu 52 votos.

A posse do presidente eleito será em 29 de junho.

Leia a matéria completa - TJMG

Outras notícias

APAC de São João del-Rei encerra o VII Curso de Formação de Voluntários

20-06-2018

No último sábado, 16, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento...

Leia mais

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

04-06-2018

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta...

Leia mais

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

14-05-2018

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de...

Leia mais

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

02-05-2018

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de...

Leia mais

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de São João del Rei

25-04-2018

As APACs masculina e feminina de São João del Rei/MG receberam a capacitação para seus...

Leia mais

APAC de Pirapora realiza II Jornada de Libertação com Cristo

09-04-2018

A APAC de Pirapora/MG realizou, dos dias 5 a 8 de abril, a II Jornada...

Leia mais

APAC de Varginha realiza várias reuniões em 2018

03-04-2018

Membros da APAC de Varginha reunem-se mensalmente para avaliar e programar suas atividades. Normalmente as...

Leia mais

Homenagem a Dona Cleuza

28-03-2018

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16 Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do...

Leia mais

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco…

22-03-2018

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de...

Leia mais

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

19-03-2018

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em...

Leia mais

APAC feminina deverá estar pronta em junho deste ano

20-02-2018

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal está correndo contra o...

Leia mais

Completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro

14-02-2018

Hoje completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro. Franz viveu e morreu por...

Leia mais

Cardeal do Rio de Janeiro visita APAC de Itaúna

09-02-2018

No dia 31 de janeiro a APAC de Itaúna recebeu a visita do Cardeal do...

Leia mais

Natal do Tio Flávio Cultural na APAC Santa Luzia

17-01-2018

No dia 19/12, como acontece todos os anos, os voluntários do Tio Flávio Cultural foram...

Leia mais

Recuperando da APAC de São João del-Rei vence o Festival da canção

06-11-2017

Aconteceu hoje, 27 de outrubro, na APAC SJDR a final do Festival da Canção. A...

Leia mais

Seminário do Método APAC será realizado em Pelotas/RS

06-11-2017

A cidade de Pelotas/RS receberá nos dias 17, 18 e 19 de novembro o Seminário...

Leia mais

Comitivas visitam APAC de SJDR

30-10-2017

Na última semana a APAC de São João del-Rei recebeu a visita de três comitivas,...

Leia mais

APAC de Pedreiras realiza curso para recuperandos

23-10-2017

Aconteceu no Centro de Reintegração Social de Pedreiras, nos dias 17 a 19 de outubro...

Leia mais

APAC juiz de fora se articula para inciar APACs masculina e feminina

03-10-2017

Boas notícias para Juiz de Fora e região da Zona da Mata! Avançam os entendimentos...

Leia mais

Tradicional “Dia da Pizza” da APAC Frutal mobiliza colaboradores, recuperandos e a sociedade

11-09-2017

Já há alguns anos a sociedade frutalense se acostumou a contribuir com um dos mais...

Leia mais

Diretora da APAC é homenageada pela Câmara de Frutal com Moção de Aplausos e Reconhecimento

05-09-2017

A diretora da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados - APAC Frutal, Paula Queiroz,...

Leia mais

APAC de Rio Piracicaba realiza semana da saúde

07-08-2017

A APAC de Rio Piracicaba realizou, de 1 a 6 de agosto, a semana da...

Leia mais

Colabore

31-07-2017

A FBAC - Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados - não mede esforços para atingir...

Leia mais

Programa Regresso nas APACs de Campo Belo e Governador Valadares

21-06-2017

Em uma iniciativa do Minas Pela Paz e Escola Móvel SESI/SENAI, iniciam hoje dois cursos...

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS 003/2017 APAC DE INHAPIM/MG

14-06-2017

A APAC de Inhapim/MG, unidade masculina, no uso de suas atribuições, com fim de contratar...

Leia mais

APAC de Pouso Alegre iniciar curso em pedreiro de alvenaria

08-06-2017

Como informação, inicia hoje na APAC de Pouso Alegre o curso de qualificação em PEDREIRO...

Leia mais

Pai pede perdão 17 anos após abandonar filha

30-05-2017

Jí-Paraná, Rondônia, se prepara para iniciar APAC. Clique aqui para assistir.

Leia mais

APAC de Itaúna no Programa "Como será?"

30-05-2017

Clique aqui para assistir.

Leia mais

Voluntária doa peças de artesanato para recuperandos da APAC Masculina

18-05-2017

Há dez anos Dona Estela conheceu a APAC e desde então desenvolve um trabalho voluntário....

Leia mais

Tio Flávio visita APAC de Passos / MG

09-05-2017

Pela primeira vez, a APAC de Passos recebe a visita do Tio Flávio para três...

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg