Foto mario
biomario

DIA DA MULHER

       Para ser justo na análise das virtudes da mulher, neste dia que lhe é consagrado, é indispensável ser depositário de experiência vivenciada, e observando valores incontestáveis. Nunca se desviar do contexto com observações esdrúxulas de casos isolados.
       Deus quando criou o homem, e em seguida, a mulher foi como nunca deixou de ser, perfeito.  Por melhor que seja o homem, difícil qualificá-lo como superior. Somos iguais em importância, se agirmos com responsabilidade.
       A mulher, por exemplo, dispensa o teste de D.N.A., cede o útero para desenvolvimento do feto, o alimenta durante a gestação até o nascimento. O homem contribui com a semente, mas cumpre a mãe cuidar do filho com zelo e amor até que venha a lume.
        E depois, quem o amamenta e cuida carinhosamente é a mulher. O homem nesse momento importante da vida fica paparicando por se sentir realizado como pai, e tem incontestável importância na tarefa em comum com a esposa, participar da educação desde o nascimento até que se torne capaz de auto administrar-se.
       A mulher, podemos assegurar, com absoluta convicção, adquirida no correr dos anos, tornar-se peça central, até pela legislação ditada pelo ser humano, dando preferência a mãe na guarda dos filhos.
       O carinho materno é incomparável. Assim quis DEUS, que tudo sabe e está acima de qualquer apreciação. Na APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados), nestes quarenta e três anos de atividades, deu-nos suporte capaz de avaliar com firmeza a mulher também no trabalho com os recuperandos (presos), que acabam por adotar como segunda mãe.
       E muitas supram as melhores expectativas, com adoção de medidas próprias da natureza feminina, especialmente quando tomam consciência da importância de estender a mão a aqueles que não foram gratos aquelas que lhe deram a luz do mundo.
       Muitas APACs foram e são administradas por mulheres conscientes da missão que Jesus lhes confiou: Estive preso e viestes me visitar.
       Neste dia dedicado a homenagear a mulher, associo-me prazerosamente, por justiça e testemunho de causa.
       Perdi o convívio de minha esposa há quarenta e cinco dias, depois de cinqüenta e cinco anos de convívio matrimonial responsável. É difícil a separação, mas, os dias salutares que vivenciamos valem por uma existência que não tem fim.
       Parabéns as mulheres que são gratas ao criador, dando testemunho que a vida é valorizada pelo valor que lhe damos.
       Tudo é efêmero, passageiro, menos o amor que semeamos que vai além do tempo na eternidade.
       Se fosse possível estender meus braços e beijar duas pessoas especiais, em homenagem as mulheres o faria, com enorme emoção, e sem hesitar a minha inesquecível mãe Maria, falecida há 24 anos, e a Cidinha, que marcou de bons exemplos a minha existência, legando moral, respeito e dignidade, especialmente aos seus filhos, e ex alunos aos quais lecionou por mais de vinte anos.
 
Mário Ottoboni
(O irmão e amigo leal de sempre)

A vida dos pais é o modelo dos filhos

Quando os pais cultivam a paz, os filhos vivem a mansidão;

Quando os pais cultivam a confiança, os filhos vivem a esperança;

Quando os pais cultivam a serenidade, os filhos vivem em tranquilidade;

Quando os pais cultivam a oração, os filhos vivem a fé;

Quando os pais cultivam o amor, os filhos vivem amando;

Quando os pais cultivam a justiça, os filhos vivem a igualdade;

Quando os pais cultivam a fraternidade, os filhos vivem a caridade;

Quando os pais cultivam a desavença, os filhos vivem a incerteza;

Quando os pais cultivam incompreensão, os filhos vivem a insegurança;

Quando os pais cultivam a hostilidade, os filhos vivem brutalidade; e,

Quando os pais cultivam o ateísmo, os filhos vivem e morrem sem sentirem a fascinante presença de Deus em suas vidas.

Sem Deus, nada se explica.

Da alma emanam as emoções transmitidas pelo coração. Deus quis que a carne exteriorizasse esses sentimentos para revelar todo seu poder.

Uma alma bem sucedida, pela força solidária da espiritualidade, aceita com tranquilidade e em paz os acontecimentos do mundo, sem jamais se exasperar. Falta de paz é reflexo de nossa pouca amizade com Deus. De nossa pouca fidelidade, enfim. Se não estivermos bem espiritualmente, a alma se inquieta porque, inconformada, luta obstinadamente pra reverter à situação.

Uma pessoa que tem a amizade de Deus rompida soçobra logo no primeiro percalço, porque não reúne forças espirituais capazes de tornarem-na vencedora.

Quantos suicídios e atos de violência ocorrem justamente por se recusar a misericórdia divina e se colocar os próprios interesses acima de tudo.

Nada se explica sem Deus. Ele é a fonte de tudo.

A paz tem a dimensão da nossa espiritualidade.

"Sem Deus as contas não fecham." Papa Bento XVI

Capela da APAC de Caratinga.

Aqui tudo é passageiro

O amor termina com a morte? Somente refletindo, com bom senso, vamos encontrar a resposta correta.
O amor de Deus pelos seus filhos é eterno.
Tudo o que é bom está ao alcance de todos, sem preconceito.
Somos iguais, e com essa visão, vislumbramos a eternidade do amor que é um bem inigualável, solução para todos os males!
Dia 14/01/2016 perdi a minha esposa Cidinha Ottoboni companheira leal e exemplar, por 54 anos e 6 meses. A separação é dolorosa. Entretanto, a compensação pela riqueza da herança deixada de bons exemplos, equivale a uma eternidade.
Certa vez escrevi que somos um dividido em dois. Quando morre um, a extensão da dor é abrangente de tal forma, causando a sensação, de que ambos foram juntos. Somente Deus, dispõe de recursos para nos confortar. Porem, se seus filhos desconhecessem os princípios da solidariedade e da misericórdia, desamparando quem sobreviveu, a perda poderá ser total.
Sem amor, condescendência, e fraternidade, o único remédio capaz de aliviar o sofrimento, é imprevisível.
Tudo o mais é efêmero e passageiro. Agradeço, sensibilizado a solidariedade, e as orações dos familiares, amigos e companheiros de ideal Cristão.
Que Deus nos ampare nessa caminhada que será percorrida por todos em igualdade de condições.
Os bons por onde passam deixam sinais de amor.
Para quem ama nada termina tudo começa.
Com gratidão e afeto.

Mário Ottoboni e familiares

Reflexões de Dr. Mário

DIA DA MULHER

10-03-2016

       Para ser justo na análise das virtudes da mulher, neste dia que lhe é...

Leia mais

A vida dos pais é o modelo dos filhos

24-02-2016

Quando os pais cultivam a paz, os filhos vivem a mansidão; Quando os pais cultivam a...

Leia mais

Sem Deus, nada se explica.

01-02-2016

Da alma emanam as emoções transmitidas pelo coração. Deus quis que a carne exteriorizasse esses...

Leia mais

Aqui tudo é passageiro

17-01-2016

O amor termina com a morte? Somente refletindo, com bom senso, vamos encontrar a resposta...

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg